Uma Noite (Lourenço)

    Uma noite

    Em uma noite dos dias curtos e noite longas,te procurei
    Telefonei, telefonei, telefonei... o silêncio
    O sinal! Não me atende mais

    Não me entreguei, não me abati
    Busquei forças e fontes
    Busquei o mundo virtual, o mundo on-line
    Busquei as redes sociais:Facebook, Hangouts e Whatsapp
    Tudo em vão
    Não me atende mais

    Meu mundo quase que caiu
    Meu mundo rodou e rodopiou nas pistas do meu coração,
    Coração apertado, sentimento sofrido e dilacerado
    Ritmo frenético e acelerado da diástole e da sístole
    Desfaleci e acordei ao toque do desfibrilador e da ressonância do viver
    Na clareza da tristeza, da amargura e da angústia pela ausência do teu ser

    Lourenço Adolfo Ferreira Soares(Uma noite em julho de 2015)

    © 2021 Família Ferreira Soares - Todos os Direitos Reservados / Dev: Esdras Rodrigues