Meu Caminhar (Lourenço)

    Meu Caminhar

     

     

    Caminhando falando das flores e sem  flores.
    Caminhos íngremes,espinhosos caminhos.
    Vistas, campos e pradarias, o mar.

    Ondas que molham a alma,
    Alma de coração partido, ferido, amargurado
    Vivendo o escárnio da sociedade

     

    Desilusão da idade
    Condenado ao presídio da solidão.

    (Lourenço A F Soares - 16.12.09)

    © 2021 Família Ferreira Soares - Todos os Direitos Reservados / Dev: Esdras Rodrigues